A Literacia em Saúde e a Crise Humanitária Global", o tema da Tomada de Posse dos órgãos sociais da SPLS, 26 Marco 2022

Decorreu no dia 26 de março de 2022, no auditório do Infarmed, a Tomada de Posse dos órgãos sociais da Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde,  com a presença de mais de 80 convidados e mais de uma centena de participantes on line.

 

A SPLS é uma organização sem fins lucrativos, com caráter científico e formativo, dedicada à promoção, desenvolvimento e aperfeiçoamento da Literacia em Saúde, respeitando os princípios éticos e valores humanistas, com experiência de mais de uma década dos seus sócios fundadores.

 

No discurso de abertura, a Presidente da SPLS, Professora Doutora Cristina Vaz de Almeida realçou a importância de uma literacia em saúde das parcerias, do conceito defendido pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em que se prossegue uma literacia em saúde da compreensão.

 

“Quando as pessoas sabem aceder, compreender e usar de forma responsável, consciente e acertada os recursos de saúde, temos menos hospitalizações, menos idas às urgências, mais controlos preventivos, mais questionamento, mais cidadania ativa e menos medo”, referiu.

 

A abertura do evento contou com a participação da Presidente da Associação Internacional de Literacia em saúde, professora Kristine Sørensen, que destacou a importância da cooperação para se debelar esta grande crise humanitária global.

 

A  conferência de abertura foi proferida pelo Professor Doutor Francisco George, que salientou o esforço de se criarem linhas orientadoras para as boas práticas de literacia em saúde em Portugal.

 

Seguiu-se a tomada de posse oficial dos 22 sócios fundadores, apresentada pelo Presidente da Mesa da Assembleia, Dr. Rui Nogueira, que, foi chamando pela ordem os órgãos sociais: Assembleia Geral, Direção, Conselho Fiscal, Conselho Científico, Comissão de Ética, que em voz alta, leram o seu compromisso.

 

No âmbito deste Ato Solene foi organizado ainda um painel com o tema "A Literacia em Saúde e a Crise Humanitária Global", formado por vários especialistas das áreas da saúde e do social, que apresentaram uma visão e reflexão sobre as soluções para os movimentos transfronteiriços globais que trazem aos países questões de valor, sociais, de saúde, culturais, entre outros.

As dimensões de acesso, compreensão e uso dos recursos, numa integração de cuidados de saúde com a envolvente social, foram debatidas, com o foco na literacia em saúde.

 

Os participantes do Painel tiveram a moderação da Professora Doutora Isabel Fragoeiro, Presidente do Conselho Científico da SPLS, sendo os seguintes: Dr. Ricardo Mexia, Médico de Saúde Pública e Epidemiologista, Dr. José Serôdio, Especialista em Direitos Humanos, Drª  Lina Guarda, Presidente da Associação para a Promoção da Saúde Pública (APPSP), Dr. Tiago Cardoso Especialista na área dos Refugiados e Drª Ana Pessoa, da Fundação Aga Khan, especislista em Diversidade Cultural.


A conferência de encerramento foi proferida pela Presidente da Caritas Portuguesa, Drª Rita Valadas.


O evento serviu para a reflexão conjunta com a plateia, sendo o objetivo o registo de todos os contributos para memoria futura.

 

A Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde (SPLS) é uma organização sem fins lucrativos, de caráter científico e formativo. Prossegue fins científicos, formativos, técnicos, organizativos, éticos e humanos na promoção, desenvolvimento e aperfeiçoamento da prática da Literacia em Saúde.
 

 

Acesso a:

 

Discurso de Abertura da Presidente da SPLS, Professora Doutora Cristina Vaz de Almeida 

Apresentação do Encerramento do Evento 

 

Grupo Musical – Ecos da Madrugada 

 

Grupo Musical – Câmara Municipal do Montijo 

 

Fotos do evento: 

video Kristine Sorensen6.jpeg
SOCIOS FUNDADORES 3jpeg_edited.jpg

Vídeo de tomada de posse