• Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde

Telma Barreto


Enquanto Animadora Sociocultural vejo na Literacia em Saúde uma forma de me empoderar de conhecimento, competências e estratégias que me possam facilitar o processo de intervenção, comunicação, e compreensão, assim como a visão sobre o outro.





Enquanto Animadora Sociocultural vejo na Literacia em Saúde uma forma de me empoderar de conhecimento, competências e estratégias que me possam facilitar o processo de intervenção, comunicação, e compreensão, assim como a visão sobre o outro. É de facto bastante importante a maneira como comunicamos, e como passamos a nossa informação/mensagem, sendo que para isso devemos estar cientes da importância de saber ouvir/ escutar o outro. Devemos sempre ver a pessoa enquanto pessoa, e não olhar apenas para a pessoa enquanto portadora de uma doença. Em contexto de trabalho é crucial trabalhar com a pessoa com doença, mas acima de tudo olhar para pessoa enquanto pessoa. Cada um de nós tem um conjunto de competências diferentes, mas acima de tudo o que nos distingue é a forma como comunicamos, e a forma como nos vimos a nós mesmos e ao outro, não descorando que são as emoções que comandam os nossos comportamentos. A Literacia em Saúde implica, motivação, conhecimento, e competências. Telma Barreto

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo