• Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde

Luís Loureiro

Atualizado: 23 de ago.


Os profissionais de saúde têm um papel fundamental na simplificação das informações a serem passadas aos indivíduos, não devendo nunca cair na tentação do paternalismo. É da interação ativa entre os profissionais de saúde e os indivíduos que vai florescer a literacia em saúde.



A literacia em saúde é definida pela capacidade de obter, processar e compreender informações básicas de saúde necessárias para tomar decisões de saúde apropriadas.


Os profissionais de saúde têm um papel fundamental na simplificação das informações a serem passadas aos indivíduos, não devendo nunca cair na tentação da paternalização.


No entanto, o tipo de informação que interessa ao indivíduo só por ele e pelos seus pares pode ser definido. É da interação ativa entre os profissionais de saúde e os indivíduos que vai florescer a literacia em saúde.

Este empoderamento dos indivíduos é mais eficaz na prevenção da doença e na otimização da gestão da saúde do que qualquer intervenção direta dos profissionais de saúde. Esta mudança de filosofia de saúde, implica não só ações dirigidas aos indivíduos, mas também atividades diretas dos profissionais de saúde.

O grupo de dinamizadores que criou e fundou a Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde sabe o que tem de fazer. Da minha parte serei mais um instrumento da ação conjunta a ser desenvolvida para aumentar a Literacia em Saúde em Portugal.

Luís Loureiro

Vascular and Renal Transplant Surgeon

Hospital Geral de Santo António, SA


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo