Design sem nome (2)_edited.jpg

A Missão e Competências

A Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde (SPLS), constituída por escritura no dia 19 de janeiro de 2022, é uma associação dotada de personalidade Jurídica sem fins lucrativos, de caráter científico e formativo. Prossegue fins científicos, formativos, técnicos, organizativos, éticos e humanos na promoção, desenvolvimento e aperfeiçoamento da prática da Literacia em Saúde. SPLS é a denominação abreviada adotada para a Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde.

Conceito de literacia em saúde:
A sincronia de uma visão (2020/2022)

“Queremos contribuir, através de um conjunto de estratégias, para a literacia em saúde individual, organizacional e pública, para uma melhor saúde e bem-estar das pessoas, no seu ciclo de vida, com artes, técnicas e comunicação.

Fazemos, para alcançar estes fins, uma abordagem integrada, inclusiva e multidisciplinar, promovendo e desenvolvendo competências, e por isso, conhecimento, capacidades e atributos, através da razão e da emoção, motivação, autoeficácia e das dinâmicas da aprendizagem acompanhada e ao longo do ciclo de vida.

Queremos com isto produzir e assegurar mais proximidade e cooperação, para um mundo mais sustentável, com mais paz, mais consciência, e com mais saúde em todas as políticas.

Queremos criar, desenvolver, partilhar e fortalecer, através de parcerias multissetoriais e multiprofissionais, informação e conhecimento em saúde, dinâmicos e sempre atualizados, com o objetivo de influenciar, envolver, formar e apoiar os indivíduos, organizações, comunidades, profissionais em saúde, grupos, media, decisores políticos e outros, dentro dos respetivos contextos e ao longo do ciclo de vida, a melhorarem o acesso, compreensão e uso dos recursos em saúde e da correta navegação no sistema, que visam decisões melhoradas, refletidas e acertadas, seja de indivíduos , seja de grupos, que promovem e melhoram os resultados em saúde e bem-estar”.

Cristina Vaz de Almeida (PhD) e os especialistas em saúde que subscrevem este Statement

Data: 7 de setembro 2020, atualizado em janeiro 2022

Baseado em  Sorensen et al, 2012, Nutbeam, 2000, Kickbush, Wait & Maag, 2005.

Para a prossecução dos seus fins, são atribuições da SPLS e competências dos seus órgãos os seguintes domínios:

 

 

  • Promover junto das comunidades o melhor conhecimento da literacia em saúde e dos seus efeitos positivos, contribuindo para a educação e promoção da saúde dos cidadãos, para o reconhecimento do seu valor social e clínico no esclarecimento de conceitos, atitudes e comportamentos individuais, grupais e comunitários; 

  • Colaborar ativamente com as autoridades sanitárias para prestação de apoio na reflexão de melhores caminhos em projetos de literacia em saúde;

  • Cooperar ativamente com as entidades de saúde para a melhoria da implementação da literacia em saúde, contribuindo para serem “organizações literadas”;

 

  • Conceptualizar, desenvolver e implementar parcerias nacionais e internacionais para o desenvolvimento de projetos de literacia em saúde, mediante a celebração de protocolos e outros instrumentos jurídicos com entidades públicas, sociais, privadas, nacionais e estrangeiras;

 

  • Oferecer conhecimento sobre mudanças comportamentais nos diferentes contextos e estádios ao longo do ciclo de vida, para a promoção da autonomia da pessoa, na gestão da doença crónica;

 

  • Criar um repositório digital no âmbito da literacia em saúde, disponibilizando-o para consulta, contribuindo para esclarecer os cidadãos no domínio dos conhecimentos sobre saúde;

 

  • Desenvolver o website /sítio e outras plataformas digitais, da SPLS com o objetivo de divulgar junto dos profissionais e do público em geral, aspetos relacionados com a saúde nas suas vertentes de prevenção da doença, promoção da saúde, educação para a saúde, comunicação para a saúde e bem-estar;

 

  • Disponibilizar aos cidadãos e à comunidade, informação apropriada para aumentar a sua consciência e nível crítico relativamente à adoção de comportamentos saudáveis;

 

  • Editar e publicar a Revista da SPLS e outros formatos científicos para divulgação de iniciativas, ações, projetos de investigação de referência, promovendo a investigação nacional e internacional na área da literacia em saúde e áreas afins similares;

 

  • Emitir pareceres e recomendações sobre projetos, programas ou planos de intervenção para promover a literacia em Saúde na Sociedade civil;

 

  • Propor a inclusão da Literacia em Saúde na formação pré e pós-graduada nas áreas da saúde, do social, da comunicação e outras, assim como formação à medida dos planos de formação;

 

  • Acolher a disseminação de informação e conhecimento através da organização de encontros, debates, seminários e outras formas de agregar e disseminar conhecimento;

 

  • Fomentar, promover e difundir conhecimentos de promoção, desenvolvimento e aperfeiçoamento da prática da literacia em saúde, nas vertentes assistenciais, pedagógicas e de investigação;

 

  • Contribuir como parceira e consultora junto dos poderes públicos e Sociedade civil, em caso de solicitação, na promoção e divulgação de boas práticas da literacia em saúde;

 

  • Organizar ações de formação dirigidas a professores e educadores de várias áreas para melhor compreensão do conceito, das estratégias e da intervenção assim como ações de sensibilização, de curta duração, workshops, webinares ou outros formatos digitais sobre literacia em saúde;

 

  • Organizar reuniões científicas para apresentação e discussão de trabalhos realizados no domínio da literacia em saúde;

 

  • Participar ativamente na integração e acompanhamento de outras entidades que prossigam o mesmo objetivo de promoção da literacia em saúde.

 

  • Celebrar o Dia Internacional da Literacia, com atribuição de Prémio de Boas Práticas de Literacia em Saúde a projeto ou iniciativa relevante na área da literacia em saúde.

Vantagens de trabalhar com a SPLS - v02_page-0001.jpg